Dia Num Minuto Rubricas

Dia Num Minuto – 22 de dezembro de 2016

DiaNumMinuto_Header

Acordou à pressa, a pausa para o café foi demasiado curta e não conseguiu folhear o jornal. Os dias correm cada vez mais rapidamente e sente que não está a par do que acontece em Portugal e no Mundo? Leia os acontecimentos que hoje foram notícia.

Salário mínimo vai aumentar

O salário mínimo nacional vai subir, já em janeiro do próximo ano, para os 557 anos. O valor foi hoje acordado pelos parceiros sociais, que decidiram também reduzir a Taxa Social Única (TSU) para as empresas em 1,25%, ou seja, o valor descontado todos os meses para a Segurança Social. O objetivo do governo socialista é ainda aumentar mais o salário mínimo até 2019, ano em que Costa espera ter o valor fixado nos 600 euros.

Clinton conquista mais 2,9 milhões de votos do que Trump

Hillary_ClintonTerminou oficialmente a contagem de votos nos Estados Unidos da América. Hillary Clinton teve cerca de mais 2,9 milhões de votos do que Donald Trump, que acabou, contudo, por vencer as eleições presidenciais. A candidata democrata conseguiu, assim, ser a escolhida de 48% dos eleitores norte-americanos, contra os 46% que preferiram o candidato republicano. A diferença entre os dois candidatos é a maior que separa o candidato mais votado do vencedor.

Trump e Putin defendem expansão do armamento nuclear

PutinTanto Donald Trump, futuro Presidente dos Estados Unidos, como Vladimir Putin, Presidente da Rússia, defenderam a aposta no armamento nuclear. O norte-americano utilizou o Twitter para defender a expansão da sua “capacidade nuclear até que o mundo ganhe bom senso”. Esta mensagem de Trump foi publicada algumas horas depois de Putin ter defendido o mesmo. “Somos hoje mais fortes do que qualquer potencial agressor”, defendeu o líder russo, que ainda assim pretende apostar na energia nuclear para fazer frente ás crescentes ameaças vindas do Ocidente.

Sporting soma três pontos frente ao Belenenses

sporting-vs-moreirense_liga-nosO Belenenses e o Sporting defrontaram-se hoje num jogo a contar para a Primeira Liga de Futebol. A partida parecia ir terminar a zeros, mas um golo de Bas Dost aos 93 minutos deu ao clube de Alvalade os três pontos. 

Sobre o autor

Gonçalo Esteves Coelho

Sou um poço de contradições. Não gosto de falar mas sou jornalista. Adoro escrever mas cada vez leio menos. Sou sereno mas não consigo resistir a soltar a minha alegria quando escuto música popular. Não gosto do calor mas adoro o mar português, a sua frescura, o seu sal, as histórias que tem para nos contar. Odeio tomar decisões e, no entanto, sou o CEO deste projeto.
Nasci em Lisboa, há 21 anos. O meu coração, vermelho e verde, bate por Portugal e por todos aqueles em cujas veias corre igual amor a este país, à nossa gente, à nossa cultura. Vivo perto de Sintra, esse livro de História a céu aberto, em cujos recantos gosto de me perder. Adoro museus, palácios, castelos e igrejas. Regressei ao Ensino Superior e lancei-me numa nova aventura, sem a qual não conseguiria realizar-me totalmente: o estudo da História.
Em pequeno, havia quem me dissesse que iria ser jornalista. Também me diziam que deveria ser professor de História e que tinha tudo para ser um novo José Hermano Saraiva. Se calhar sou muito transparente naquilo de que gosto, ou então essas pessoas conheciam-me muito bem. Acertaram. O que virá depois eu não sei. Escolha que caminho escolher, terei de ser eu próprio. Sempre.

Deixe um comentário