Dia Num Minuto

Dia num Minuto: 11 de Dezembro

Escrito por Ana Rita Caldeira

DiaNumMinuto_Header

Acordou à pressa, a pausa para o café foi demasiado curta e não conseguiu folhear o jornal. Os dias correm cada vez mais rapidamente e sente que não está a par do que acontece em Portugal e no Mundo? Leia os acontecimentos que hoje foram notícia.

Benfica vence Sporting por 2-1 

(Fotografia: Facebook Sport Lisboa e Benfica)

(Fotografia: Facebook Sport Lisboa e Benfica)

O SL Benfica está confortável na liderança da Primeira Liga, com quatro pontos de avanço relativamente ao FC Porto e cinco face ao Sporting, depois de os “encarnados” terem vencido hoje os “leões” por 2-1, no Estádio da Luz. O Dérbi ficou marcado pelo domínio do Sporting na posse de bola, passes de bola e oportunidades mas a eficácia do Benfica ditou o resultado final. Salvio, Raúl e Dost marcaram os golos.

Atentado em catedral no Egipto faz 25 mortos

Pelo menos 25 pessoas morreram e 49 ficaram feridas numa explosão numa catedral cristã, no Cairo, este domingo. O engenho explosivo foi detonado por uma mulher no centro da catedral de São Pedro, um templo copta ortodoxo, e provocou a morte de muitas mulheres e seis crianças. O atentado, que ainda não foi reivindicado, aconteceu depois de, na sexta-feira, dois ataques bombistas terem provocado seis mortes entre forças policiais, também no Egipto.

Ataque em Istambul reivindicado por grupo curdo

O atentado que vitimou mortalmente 38 pessoas junto ao estádio do Besiktas este sábado já foi reivindicado. O grupo radical curdo Falcões da Liberdade do Curdistão, próxim (TAK) o do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), reivindicaram o ataque que ocorreu duas horas depois do jogo entre o Besiktas e o Bursapor, em Istambul, na Turquia. Duas bombas explodiram e fizeram 38 vítimas mortais, dos quais 30 eram elementos das forças policiais, e 155 feridos. O presidente turco, Erdogan, reagiu desta forma ao atentado: “o meu povo e o meu país podem estar seguros: nós vamos lutar até ao fim contra o flagelo do terrorismo. Se pretendem intimidar-nos com estes ataques não vamos descer ao nível desses cobardes.”

Trump não acredita na interferência Russa nas eleições norte-americanas

DonaldTrumo_5Agosto2016_Snope.com

(Fotografia: Snope.com)

Donald Trump diz que as acusações de interferência a Rússia nos resultados das eleições de Novembro “são ridículas”. O Presidente dos Estados Unidos da América reagiu desta forma às conclusões da CIA sobre a interferência da Rússia de forma a favorecer o candidato republicano nas eleições. “Não acredito. Eles não sabem se é a Rússia ou a China ou seja lá quem for”, disse Trump numa entrevista à Fox News.

Em causa está um relatório secreto da CIA que conclui que hackers com ligações a Moscovo acederam às redes informáticas dos partidos Democrata e Republicano, de forma a prejudicar Hillary Clinton. Segundo fontes dos serviços secretos dos EUA, este grupo terá entregado à WikiLeaks emails do responsável de campanha de Clinton. Este relatório foi feito no seguimento de um pedido de Barack Obama, que ordenou às agências de informação norte-americanas que avaliem os ataques informáticos e intervenções estrangeiras que possam ter influenciado o resultados das eleições.

Sobre o Autor

Ana Rita Caldeira

Vivo e estudo em Lisboa, mas o meu coração está em Albufeira, perto da minha família, das praias, do sol, do silêncio, dos meus 6 cães e 2 gatos.
Sou fã de Gabriel García Marquez, de José Saramago, de escrever, de descobrir, de viajar, do Sporting, de jogar voleibol, de esplanadas e programas de culinária.
Como Ardina, quero conseguir produzir o que não vejo nos jornais portugueses e tornar o jornalismo um mundo menos assustador.

Deixe um comentário