Dia Num Minuto

Dia Num Minuto – 7 de dezembro de 2016

Escrito por Eduardo Filipe

DiaNumMinuto_Header

 

Acordou à pressa, a pausa para o café foi demasiado curta e não conseguiu folhear o jornal. Os dias correm cada vez mais rapidamente e sente que não está a par do que acontece em Portugal e no Mundo? Leia os acontecimentos que hoje foram notícia.

donaldtrump_7dez2016_timeDonald Trump: Personalidade do Ano da Time

Donald Trump, próximo presidente dos EUA foi escolhido pela revista Time para personalidade do ano. A revista considera-o assim o “Presidente dos Estados Divididos da América”. Retratado como um homem “desprezado como alguém vulgar” a Time vê Trump  como “um homem do entretenimento com muito brilho e pouca substância”. Afirma também que “Mas o que esses críticos nunca perceberam é que era o seu desprezo que lhe dava força”. A revista escolheu Angela Merkel em 2015, como personalidade do ano, e em 2014 escolheu as equipas de socorro contra o ébola.

santacasa_7dez-2016_mandatePJ investiga Santa Casa da Misericórdia

A Santa Casa da Misericórdia de Lisboa está a ser alvo de buscas pela Polícia Judiciária, a notícia foi confirmada pela Procuradoria-Geral da República. Apesar de ainda não haver arguidos, o Ministério Público suspeita de crimes de participação económica em negócio por parte de funcionários da instituição, que estará ligado a contratos por ajuste direto que beneficiavam as suas próprias empresas. Estão a ser feitas nove buscas domiciliárias, duas a escritórios de advogados e outras quatro às instalações da Santa Casa. De acordo com o Diário de Notícias, uma das casas sob investigação é de Helena Lopes da Costa, administradora da instituição e antiga vereadora na Câmara Municipal de Lisboa.

marcelorebelosousa_7dez2016_luxConcertação Social como prioridade de Presidente da República

Marcelo Rebelo de Sousa prometeu esta quarta-feira que irá apoiar a concertação social até ao limite dos seus poderes constitucionais considerando que os governos não devem “decidir unilateralmente” sobre matérias estratégicas objeto de acordo. Estas afirmações sucederam-se na sessão que assinalou os 40 anos da CCP — Confederação do Comércio e Serviços de Portugal, na Fundação Calouste Gulbenkian. 

Sobre o Autor

Eduardo Filipe

Com um nome como Eduardo, de 7 letras, nada menos que tudo poderia ser esperado. Da totalidade, perfeição, grandiosidade, e outros simbolismos que o número 7 traz, nada veio sem ser a pressão de deixar uma cidade pequena como Castelo Branco e enfrentar a mágica cidade de Lisboa. Apaixonado desde sempre pela imagem, quer em fotografia e vídeo, sou um entusiasta de qualquer tipo de videojogo ou multimédia, também dou umas corridas e umas braçadas quando a oportunidade surge. Nada poderei prometer de mim a não ser que darei sempre o meu melhor até ao final, enquanto puder... Deixei os
simbolismos para quem bate na mãe ou se perde no nevoeiro.

Deixe um comentário