Dia Num Minuto Rubricas

Dia Num Minuto: 7 de Novembro de 2016

Escrito por Ariana Nobre

Acordou à pressa, a pausa para o café foi demasiado curta e não conseguiu folhear o jornal. Os dias correm cada vez mais rapidamente e sente que não está a par do que acontece em Portugal e no Mundo? Leia os acontecimentos que hoje foram notícia.

EN125: Obras de requalificação até ao Verão

“Resvalaram mas tudo faremos para que estejam concluídas até ao próximo Verão”, afirmou, esta segunda-feira, o ministro do Planeamento e Infraestruturas, Pedro  Marques. O atraso das obras de requalificação da EN125 já foi alvo de grande contestação mas o governante afirma que estas devem ser retomadas no final deste ano ou início de 2017, após o término das negociações com a concessionária Rotas do Algarve Litoral. Ainda segundo o próprio, “Não há nenhuma razão para não estarem concluídas até ao Verão”.

Jovem matou, queimou e enterrou menor num quintal, em Chaves

Miguel Brito, de 19 anos, confessou, esta segunda-feira, ter matado, queimado e enterrado Tiago Gonçalves, de 14 anos, num quintal, em Chaves. Segundo o jovem, o crime foi levado a cabo por insistência da mulher com quem mantinha um relacionamento, Sónia Mendes, 31 anos. O crime ocorreu em Outubro de 2015 depois de a vítima ter ameaçado denunciar o jovem e a mulher à polícia, por crimes de furto anteriores e ainda o relacionamento ao marido da suspeita.

Bispos pedem perdão pelo silêncio face aos abusos sexuais da Igreja

Esta segunda-feira, em Lourdes, os bispos franceses pediram perdão pelo “demasiado longo silêncio culpado” da Igreja face aos crimes de abuso sexual cometidos por padres. A iniciativa parte do “tempo de oração e penitência” pedido pelo papa Francisco, sendo que cada conferência episcopal decidirá como levá-la a cabo. A Igreja Católica francesa foi uma das mais atingidas com as revelações de abusos.

Hillary Clinton VS Donald Trump

flag-75047_1280

É amanhã, terça-feira, que os americanos se vão deslocar às urnas e ditar o futuro político dos EUA. Hillary promete a união do país e Trump o fim da corrupção que diz assolar país.  Só pelas 5h00 de Lisboa é que os últimos estados encerram os votos.

Sobre o Autor

Ariana Nobre

Gosto da linha da frente, de quem me afervente. É o impulso que me elege, o fogo que me correge. Aprecio a energia, o movimento, a euforia, a loucura que Campos elegia nos poemas que escrevia. É a escrita que me motiva, ingénua ou agressiva. É sugestiva e abrasiva, o mundo amado de forma compulsiva.

Deixe um comentário