Cultura

Estão prontos para o que aí vem, Team Got It?

Escrito por Sofia Felgueiras

“Isto é A.G.I.R, are you ready? / Com um novo álbum Leva-me a Sério / E se cheguei onde cheguei foi tudo mérito / Se não gostas adeus / Pois este som é inspiração / Mas é só para mim e para os meus”.

AGIR está preparado para encher os coliseus de Lisboa e Porto, já no mês de Novembro. Uma tour que assume nome próprio, para reforçar o sucesso de Leva-me a Sério, o mais recente álbum, e de uma carreira consolidada que deu a conhecer quem este artista realmente é.

As datas eram apenas duas, 1 e 18 de Novembro, para Porto e depois Lisboa, mas esgotaram. Em resposta à elevada procura, foi aberta uma terceira data, 19 Novembro, para Lisboa. Na setlist, entre os grandes hits, estarão presentes novos temas, que vão fazer parte do terceiro disco de estúdio, lançado até ao final do ano.

O artista pretende celebrar este espetáculo com a sua Team Got It, sem filtros, para os que acreditaram desde o início e para os que se renderam apenas agora. Nas redes sociais são vários os posts que demonstram o entusiasmo com a proximidade da data. Estes deixam bem claro que são um convite aberto a passar um bom bocado com o cantor, também entre fotos e autógrafos, para o fazerem “ o homem mais feliz do mundo”.

Não podem faltar os sucessos do costume, como Deixa-te de Merdas, Eu Quero, Makeup, Como Ela é Bela, entre muitos outros, e são várias as surpresas que estão a ser preparadas para estas datas.

As portas abrem às 19 horas e os bilhetes variam entre os 20 euros, para Plateia, Balcão e Galeria em pé, e os 156 euros, para Camarotes de seis pessoas.

Sobre o autor

Sofia Felgueiras

Escrever sobre mim própria é um enorme desafio, mas é também algo aliciante.Talvez porque o Jornalismo foi feito para contarmos como é o mundo às pessoas e não olharmos tanto apenas para nós.
Sou uma eterna criança. Onde há um baloiço, aí está a Sofia. Sei que tenho curiosidade infinita sobre o mundo, continuo todos os dias a perguntar “porquê” e arregalo os olhos a cada descoberta. Gosto daquele sentimento de novidade.
Sou uma eterna apaixonada: pelo mundo, pelo Algarve, por viajar e pelo que a vida tem de melhor. E por "gordices", claro.
Quando era pequena, a minha professora da primária disse-me que eu ia ser escritora. Disse-lhe que não. Entretanto, quis ser veterinária. Mas, os animais mordem e rapidamente desisti da ideia. Aos catorze queria seguir dança.
Hoje, vejo que não foi esse o caminho. É outro. Olho para o Jornalismo
enquanto a arte de levar às pessoas as melhores histórias e uma pequena marca que pode fazer uma grande diferença.
Nos próximos tempos, podem encontrar-me no ARDINAS e no E2, projectos ambiciosos que quero agarrar. Porque devemos sempre querer chegar mais longe. E ainda acredito em magia.

Deixe um comentário