Multimédia Sociedade

Os melhores amigos do homem foram conhecer a Alma Veterinária

Escrito por Marta Costa

Um sonho foi tudo o que foi preciso para um casal ter um “filho”. Não, não é um filho de carne e osso; é, sim, a maior unidade veterinária do país, onde este casal cuida dos animais com alma. Chama-se “Alma Veterinária” e nasceu no Cacém com espaços incríveis e traços de amor pelos animais de estimação. Abriu no dia 1 de Outubro e o Ardinas 24 esteve na inauguração, no dia 5 de Outubro, e vai contar tudo o que se passou.

Foi em pleno dia da Implantação da República que a “Alma Veterinária” foi inaugurada no Cacém, onde donos e os seus fiéis amigos se reuniram para conhecer esta unidade.

O espaço, com 3000 metros quadrados no seu total, conta com os mais diversos serviços e ideias inovadoras, como por exemplo uma farmácia para os animais e formação para os donos. Se não sabe bem como educar os seus animais, poderá ter formação em blocos de 30 minutos onde a equipa “Alma” irá dar-lhe conselhos para depois poder usar em casa.

Para além da formação aos donos, também irão ter espaço para formação profissional, estagiários e desenvolver ideias de técnicas para ajudar os animais de forma a que estes sejam tão bem tratados como merecem. Não é menos que um hospital normal mas este é adaptado aos nossos “patudos”.

Durante a inauguração, donos e animais conheceram o espaço, conviveram, tiveram conhecimentos dos novos serviços, comeram e beberam, tiraram fotografias e esclareceram as dúvidas que iam surgindo. O espaço é novo e irreverente, mas Diogo e Susana Azinheira não são estreantes nestas andanças, pois tinham já duas clínicas veterinárias. À medida que esses espaços se foram tornando pequenos foi surgindo a ideia de ter um espaço maior que esteve na “incubadora” durante cerca de um ano e meio. Sendo marido e mulher, as conversas lá de casa eram, inevitavelmente, sobre este novo sonho. Está concretizado fisicamente, mas Diogo Azinheira afirma: “Ainda há muito a ser feito, muitas ideias para crescer”.

Os serviços que são disponibilizados são variados e diferenciados consoante o animal e o tipo de necessidade do mesmo. O hospital tem um spa com vários tratamentos de beleza e cuidado dos animais, fisioterapia, hotel interior e exterior para diferentes tipos de animais – cada espaço tem um nome, como Lisboa, Évora ou Bora Bora -, laboratórios, consultórios, um espaço para os animais fazerem fisioterapia e várias atividades para as quais necessitem de espaço, salas de cirurgias com materiais adequados e luz natural, áreas diferentes para cães e gatos e até uma sala de visitas para casos especiais.

Mas há mais! TACS, radiografias, ecografias e espaço de internamento para animais infecto-contagiosos e não contagiosos. Os donos não poderão entrar na sala de animais infecto-contagiosos, e a equipa que trata desses animais não trata de outros para que haja segurança.

O dia de inauguração foi um sucesso, com música, um playbus para as crianças brincarem, houve caras pintadas para os mais novos e donos muito satisfeitos.

Onde estarão daqui a um ano? Diogo Azinheira afirma que espera estarem a ser bem sucedidos e que, no fundo, tenham feito a diferença. 

 

Vídeo: Joana Bento

Sobre o Autor

Marta Costa

Gosto da vida. Gosto do mundo. Sou uma miúda de 21 anos com ambições fortes e ideias fixas. Com 14 anos escolhi o jornalismo para mim... Nunca soube bem porquê mas senti que tinha a ver comigo. Hoje, 6 anos depois, sei que seguir os meus instintos foi a minha melhor decisão. Ando à procura de trabalho mas enquanto espero pela minha oportunidade vou fazendo aquilo que amo e espero que gostem!

Deixe um comentário