Ciência Tech&TV

Prevenir o cancro com uma aplicação? Happy é a solução

Happy é a aplicação de telemóvel que sugere alterações de comportamento para prevenção do cancro e surgiu como resultado da investigação de Nuno Ribeiro, estudante de Doutoramento em Multimédia e Educação da Universidade de Aveiro e investigador do i3S (Instituto de Investigação e Inovação em Saúde)

Lançada esta semana, “Health Awareness and Prevention Personalized for You”, em português “prevenção personalizada para si”, é o nome completo da aplicação de telemóvel Happy, a primeira aplicação portuguesa desenvolvida para prevenir o cancro. A aplicação adapta-se ao utilizador e vai enviando mensagens que recomendam comportamentos saudáveis, através de um HappyScore, um valor que indica o nível de prevenção de cancro individual e sugere desafios saudáveis. A aplicação possui ainda a possibilidade de partilhar resultados com os amigos.

img_2347

“O telemóvel é um dispositivo que nos acompanha todo o dia e temos tendência a confiar nele, a depender dele. Esta aplicação vive dentro do telemóvel e envia a mensagem certa, no momento certo” explica o investigador autor da aplicação Happy, Nuno Ribeiro. Dentro do trabalho de doutoramento do investigador a aplicação foi testada por 32 voluntários durante um mês, e revelou-se bastante eficaz. Assim foi lançada agora para utilização mais generalizada.

“As recomendações disponibilizadas pela aplicação baseiam-se em vários fatores como a informação que o utilizador dá sobre os seus comportamentos e a localização geo-espacial do telemóvel. Se a pessoa estiver na praia durante o dia irá receber mensagens para se proteger do sol; se estiver no supermercado, a Happy vai sugerir-lhe comprar frutas e vegetais frescos” exemplifica Nuno Ribeiro.

A aplicação tem como público-alvo pessoas com idades compreendidas entre os 18 e os 40 anos. No entanto a equipa espera vir a produzir mais aplicações do género, bem como alargar o espectro de ação da já existente.

A aplicação gratuita pode ser descarregada nas lojas de aplicações da Apple e da Google. Visitando o website (www.happy-app.eu) pode ficar a saber mais sobre a aplicação.

Fotos: happy-app.eu

Sobre o Autor

Ana Margarida Pereira

Mulher das Ciências de diploma e aprendiz de Comunicadora de Ciência aventuro-me pelo mundo do Jornalismo - aqui no Ardinas escrevo na secção de Ciência.

Os meus traços mais peculiares, fora a personalidade, para a maioria das pessoas, é viver na Amadora, ser alérgica à canela e apesar de não ter piada nenhuma querer ser comediante.

Deixe um comentário