Guia Completo para a Ilha de São Miguel, Açores

Saímos fascinados e impressionados do Gerês com toda a sua natureza e paisagens, imaginem quando chegámos à ilha de São Miguel, nos Açores! O sítio com mais paisagens ‘WOW’ por metro quadrado. Paisagens de cortar a respiração em qualquer direcção, até perder de vista! Ficámos completamente rendidos e, na verdade, com bastante pena dos Micaelenses (habitantes da ilha de São Miguel), pois temos a certeza de que, viajem eles para onde viajarem, não vão encontrar um sítio como aquele em que nasceram, com paisagens tão bonitas e maravilhosas!

Após viajarmos por 25 países e 12 ilhas diferentes, comprometemo-nos a dizer que a ilha de São Miguel é, sem dúvida, dos sítios mais bonitos que visitámos! Estamos na ilha de São Miguel, constantemente rodeados de campos verdes, mar e hortências azuis (flores originárias do Japão, mas abundantemente presentes em todas as ilhas dos Açores). Ah… e vacas brancas e pretas! Milhões delas.

Podia ser um azul e verde aborrecido, mas não. Em São Miguel, a natureza fez o seu trabalho de uma forma surpreendente, desde piscinas naturais a lagoas gigantes, São Miguel tem de tudo e tudo é terapêutico, principalmente para a alma!

Normalmente, as pessoas visitam esta ilha durante três, quatro dias e foi isso que a maioria nos aconselhou. Mas quem já nos conhece sabe que nós gostamos de viajar com calma, dar tempo ao tempo, realmente envolver-nos na cultura local, interagir com o máximo de locais possível para verdadeiramente experienciar como é viver nos locais por onde passamos! Acabámos por ficar 9 dias em São Miguel e, na verdade, achámos muito pouco e ficaram muitas coisas para ver e fazer.

No artigo de hoje, pretendemos inspirar-te a visitar a ilha de São Miguel com algumas histórias e fotografias que tirámos por lá, mas vamos também partilhar algumas recomendações pessoais em relação a:

  • A melhor altura para visitar a ilha
  • Como se deslocar pela ilha
  • Onde ficar
  • O que fazer/ver
  • Onde comer
  • Conselhos extras

– A melhor altura para visitar a ilha

A principal característica do clima açoriano é a sua imprevisibilidade: pode estar sol, chuva, vento  – tudo no mesmo dia! Contudo, existem melhores alturas para visitar a ilha de São Miguel! Por exemplo, se queres ver baleias, terás uma probabilidade muito maior se fores entre abril e junho, altura em que estas migram, sendo que, no entanto, é possível vê-las ao longo do ano inteiro.

Ainda confiando nas probabilidades, aconselhamos-te a visitar a ilha entre os meses de Junho e Setembro, pois a probabilidade de chuva é menor e as temperaturas mínimas e máximas são mais altas. No entanto nós fomos em outubro e tivemos 6 dias ótimos dos 9 que lá passámos.

Nota: o ferry entre-ilhas apenas funciona até Setembro.

 

– Como se deslocar pela ilha

A ilha de São Miguel é a maior ilha do arquipélago dos Açores, com uma superfície de 750 km². Por isto e pelo facto de que o transporte público na ilha é perto de inexistente, o aluguer de um carro é obrigatório! Os pontos de interesse são bantante dispersos e, por vezes, o carro é também um excelente abrigo quando, inesperadamente, começa a chover.

Consequentemente, a ilha está cheia de empresas de aluger de carros, sendo que tivemos a triste experiência de conhecer as condições a que alguns trabalhadores das maiores empresas da ilha são submetidos, ou em que são explorados, melhor dizendo. Por esta razão e por sempre acreditarmos na necessidade de ajudar as jovens e humildes empresas locais, nós tivemos o grande prazer de conhecer e recorrer aos serviços da ‘’Atlantic Secrets’’.

Esta empresa abriu este ano e é gerida por uma família micaelense muito humilde e simpática. Os Dinarte, pai e filho, foram-nos buscar ao aeroporto quase às 2h da manhã, após um grande atraso do nosso voo, com um sorriso enorme nas caras.

Este carrinho (ver foto em baixo), que usufruímos durante os 9 dias que estivemos na ilha, foi um fator essencial para a nossa experiência em São Miguel ter corrido tão bem!

https://www.instagram.com/p/Bpw-RfBF_9I/

– Onde ficar

Durante a nossa estadia na ilha, nós tivemos a oportunidade de ter duas experiências completamente diferentes a nível de acomodação. Nos primeiros dias, ficámos na casa de uns Açorianos que conhecíamos, que tinham quartos a mais na sua casa.

Não foi o caso, mas muitos locais estão a aproveitar, e bem, o crescente turismo que se está a fazer sentir na ilha e começaram pequenos negócios na área da acomodação, os alojamentos locais. Nós aconselhamos-te a teres esta experiência, pois não há melhor forma de conheceres a cultura, costumes e os melhores segredos da ilha do que com os próprios locais.

Mais uma vez, é também uma forma de ajudares a comunidade e os pequenos negócios e uma alternativa mais barata para ti. Porque também queremos ajudar as pessoas certas, recomendamo-vos a ficarem neste alojamento local, a Casa Da Margarida. Tivemos o prazer de conhecer a dona, que nos recomendou todos os melhores sítios que visitamos!

Se fores como nós, gostas de ter o melhor dos dois mundos e por isso também te recomendamos a ficar no sítio que nos acolheu o resto do nosso tempo em São Miguel. O Neat Hotel Avenida veio trazer-nos uma experiência mais relaxante e romântica bem no centro da capital.

 

– O que fazer/ver

Estejas o tempo que estiveres em São Miguel, nunca vais conseguir ver tudo! Os pontos de atração turística são imensos e nós vimos alguns deles, mas também, como sempre, quisemos saber o que os locais nos recomendariam! Após visitarmos alguns desses sítios, escolhemos os nossos preferidos que hoje aqui partilhamos contigo!

Parque Terra Nostra 

Para ser sinceros, nós não costumamos visitar este tipo de parques, porque, normalmente, são apenas bonitas obras de arte já muito modificadas pelo homem. Desenganem-se se também pensam assim! O Parque Terra Nostra conquistou-nos! Para começar este parque é enorme (para o percorrer de uma ponta outra, leva-se aproximadamente 90 minutos), cheio de flores e árvores de todo o tipo e feitio que representam a flora da ilha! Natureza linda de perder de vista! Mas o melhor ainda está para vir, pois o mais interessante acerca deste parque é o tanque de água termal. Este tanque é alimentado por uma nascente de água termal a uma temperatura entre os 35 e os 40 graus Celsius. Esta água está carregada de minerais essenciais, incluindo ferro, portanto se tens cabelo comprido, não cometas o mesmo erro que a Matilde, ata o cabelo e não o coloques na água.

https://www.instagram.com/p/Bp7JIXFlQsq/?utm_source=ig_web_copy_link

 

Miradouro Boca do Inferno

Com tantas vistas de cortar a respiração, São Miguel também tem muitos miradouros de referência e nós escolhemos 2 dos nossos preferidos. O miradouro da boca do inferno é talvez o mais famoso da ilha e, por isso mesmo, vai ter muitos turistas! Mas vai compensar! Nós aconselhamos-te claro a ponta do miradouro, mas assim que puderes afasta-te da confusão e aproveita para explorar mais deste local. Nós tivemos uma experiência incrível quando nos afastámos tanto que só ouviamos de novo a natureza e meditamos num cume de uma montanha. Experimenta, mas com cuidado!

https://www.instagram.com/p/BqckuSPl-wy/

 

Cascata da Ribeira dos Caldeirões

São Miguel tem muitas cascatas, lindíssimas! Esta foi a nossa preferida, não só pela sua impresionante beleza como pelo jardim maravilhoso que a rodeia (foto em baixo), onde se pode aproveitar para beber um cafézinho com uma vista maravilhosa. Adorámos esse pormenor!

 

Igreja Ermida da Nossa Senhora Da Paz

Outro ponto que está na lista de todo o típico turista! Mas que mais uma vez, nós te aconselhamos a visitar! A igreja é muito bonita, mas o que nos encantou foi a vista da mesma (foto em baixo) para a o ilhéu de Vila Franca do Campo sobre a própria cidade. Aconselhamos-te a visitar este local de manhã, pois quanto mais tarde, mais cheio fica!

 

Ponta da Ferraria

A Ponta da Ferraria é um dos sítios que mais nos surpreendeu. São umas piscinas naturais de água quente que estão à beira do oceano. Resultado, durante a maré vazia tem uma piscina natural muito tranquila que chega a temperaturas acima dos 35º graus e com o encher da maré, a água fria do oceano vai-se misturando arrefencendo a piscina cada vez que uma onda passa. Aconselha-mos a visita das piscinas na maré baixa, mas já na fase enchente!

Tens também a possibilidade de ir às termas construídas pelo Homem, onde terás de pagar, ou apenas aproveitar o que surpreendentemente a natureza te dá! Estas piscinas naturais poderão proporcionar-te muita paz e tranquilidade, mas tem a certeza que verificas a maré antes de ires!

Lagoa do Fogo

Sem exageros, nós visitámos esta lagoa 3 vezes na nossa estadia de 9 dias na ilha! Este é um dos pontos mais altos da ilha e, a menos que vás muito cedo, é provável que o topo esteja coberto por nuvens, o que dificulta a vista para a lagoa. No entanto, quando consegu es ver o pouco que seja, a vista é deslumbrante!

View this post on Instagram

Hurricane photo session 💨📷 _ Everyone warned us how unpredictable the weather in Azores is, but we were not expecting being under an hurricane for the first days 😅 _ This was a quick try of shooting an EPIC lake view. The photo didn't go well and 2 min after we were soaking wet and freezing cold running to the car. 😂😅 _ We loved the lake and we are considering going back to explore a lil better and perhaps trek down to the lake. ↣ What do you think? 😅 . . . . . #travelb4settle #azores #visitazores #portugal #lagoadofogo #visitportugal #travelportugal #travelazores #saomiguel #hurricane #photooftheday #photography #lovetheocean #loveandtravel #loveadventure #traveladdict #travelcouples #travelcouplelife #couplegram #couplestravelgoals #coupleshot #couplestravel #couplesphotography #naturelover

A post shared by Matilde & Miguel✈Travel Couple (@travelb4settle) on

 

Miradouro de Santa Iria

Este foi a nossa segunda escolha dos miradouros em São Miguel, pela vista incrivel sobre o imenso oceano e outras áreas verdes da ilhas e provavelmente o melhor pôr-do-sol da ilha! E, na fotografia (em baixo) não se via, mas as vacas também lá estavam! Mesmo ao nosso lado!

 

Lagoa do Congro

Não sei se foi coincidência, mas este foi o sítio mais recomendado pelos locais e foi um dos sítios que mais nos encantou! Conseguimos estar neste local só os 2 e sentimos uma envolvência com a natureza super profunda! Tentem ficar neste sítio um pouco mais do que só o suficiente para tirar a fotografia da praxe. Aproveitem para relaxar!

 

Hotel (abandonado) Monte Palace

Deixa-nos começar por te avisar que por estar abandonado, este sítio está fechado à entrada de pessoas, supostamente! A verdade é que toda a gente lá entra. Mesmo que para o fazeres tenhas que saltar um muro! Este Hotel também está na nossa lista de sítios preferidos devido à vista que o mesmo permite sobre a lagoa das sete cidades (ver foto em baixo). Mas deixa-nos avisar que se tu queres mesmo ir a este sítio, tens que te despachar! Finalmente, após 27 anos abandonado, o Hotel Monte Palace foi comprado e num futuro breve deixará de ser um ponto turístico.

Vista do rooftop do Hotel para a Lagoa das Sete cidades

 

Poço Azul

Para visitar o poço azul tem de se fazer uma pequena caminhada que vale muito a pena! Para quem, como nós, visitou o Gerês antes de ir a São Miguel, este sítio vai parecer muito semelhante a muitas das paisagens do Gerês. Ao contrário de todos os poços no Gerês, neste não mergulhámos, mas apenas porque o clima não nos permitiu!

 

Estufa de Ananases

Temos que ser sinceros e dizer que não tínhamos qualquer noção como seria a planta do ananás ou como é que este fruto crescia! Talvez por esta razão achámos tão interessante a nossa visita à plantação “A Arruda”. No fim, ainda podes experimentar um doce de ananás!

 

Igreja da Nossa Senhora da Vitória

São Miguel está cheia de igrejas lindas! Mas esta destacou-se! Parece um castelo de um conto de fadas e à frente tem um lago maravilhoso, o lago das furnas. Rodeada por um parque gigante, este é um sítio muito tranquilo, perfeito para um piquenique e um dia bem passado.

https://www.instagram.com/p/Bp1_Z-KFG0Y/

 

Campos e Fábrica de chá da Gorreana

Este é um daqueles pontos muito turísticos, mas que não deves deixar de visitar! Gratuitamente, podes ter uma experiência completa, de visitar a fábrica, ver os trabalhadores no processo final de empacotar os chás, experimentar os chás e ainda visitar os campos de chá (foto em baixo).

– Onde comer

Como sabem, fazemos de tudo para poupar ao máximo nas nossas viagens e para além da acomodação , outra área que poupamos é na alimentação ao evitar jantar/almoçar fora. Sempre que possível cozinhamos e foi o que fizemos em São Miguel. Contudo, também gostamos muito de experiências novas e comida local. Recomendamos completamente estes três sítios a que fomos!

Sabores 

Este ‘’restaurante’’ é uma pequena banca de comida, situada dentro do Mercado da Graça, com alternativas saudáveis e vegan. Aconselhamos a experimentar a sandes vegan, é tão boa!

Suplexio 

Para quem não come carne, almoçar/jantar fora em São Miguel pode ser difícil. Chegou a acontecer-nos não ter qualquer hipótese e pedirmos apenas sopa como alternativa, adivinhas que tipo de sopas tinham? Sopa de carne e canja de galinha! Definitivamente, não é fácil…

Depois descobrimos este sítio, o Supléxio, com hambúrgueres de soja deliciosos e soubemos imediatamente que este sítio tinha que estar na lista!

A Tasca

Tu não podes perder este sítio! E para isso precisas de reservar mesa 2/3 dias antes. Não, não estamos a brincar! Não fomos os únicos a perceber que a comida neste restaurante é maravilhosa! Se gostas de peixe, aconselhamos-te a experimentar qualquer um destes pratos, o prato de atum, a caldeirada com massa folhada e claro, as lapas como entrada!

– Conselhos extras

Como dissemos no início deste artigo, a meteorologia nos Açores pode ser muito imprevisível e é frequente estar a chover num lado da ilha e sol na outra ponta. Com a aplicação SPOTAZORES podes ver todas as webcams na ilha e ver como está o tempo em direto em qualquer zona da ilha. Esta aplicação ajudou-nos imenso e aconselhamos-te a fazer o download da mesma antes da tua viagem aos Açores!

https://www.instagram.com/p/BpmhMe1FugC/

Estas são as nossas humildes recomendações depois de 9 dias super felizes em São Miguel. A lista poderia continuar e existem muitas mais coisas a ver e fazer na ilha, mas estas foram as nossas favoritas!

Se já foste a São Miguel e sentiste que existem alguns pontos da ilha que não deveriam faltar nesta lista, por favor deixa um comentário. Isso irá ajudar-nos a nós e a todos os que lerem! Nós gostámos muito do nosso tempo na ilha e realmente esperamos que tu aproveites o teu também!

Este artigo faz parte de uma publicação colectiva de vários blogues do grupo TravelBloggersPT sobre o arquipélago dos Açores. Não perca o que os restantes bloggers portugueses têm a dizer sobre as restantes ilhas:

Ilha das Flores por Gato Vadio

Graciosa, a Ilha Branca por Nós e Mundo

Roteiro: 4 dias em Santa Maria, Açores por Let’s Run Away

Um dia vamos… a São Jorge por Um dia Vamos

A ilha da Terceira – O que não pode perder por ADN Aventureiro

Faial, Ilha de Navegadores por Nós e o Mundo

Visitar a ilha do Pico por Destinos Vividos

A ilha do Corvo por Luis Ferreira

E mais sobre a ilha de São Miguel:

5 Segredos da ilha de São Miguel por Route92

Cinco motivos para se apaixonar por São Miguel por Carimbo no Passaporte

 

Partilha com alguém que possa estar interessado em visitar o lindo arquipélago dos Açores!

Com amor,

Matilde e Miguel.

Ps: Se tens interesse em saber mais sobre o estilo de vida nómada, e como tu poderás viajar mais trabalhando online, podes saber mais aqui.

Sobre TravelB4Settle 30 artigos
Somos a Matilde e o Miguel, um casal de portugueses que deixou tudo para trás e decidiu seguir o sonho em comum! E que sonho é esse? Viajar a tempo inteiro e explorar todo o mundo enquanto trabalhamos online! Não, não somos especialistas em tecnologia e nunca fizemos nada online, mas, hoje em dia, tudo aquilo de que precisas é conexão à internet e uma forte vontade. Assim, podes aprender qualquer coisa e consegues o que quiseres! E isto foi o que fizemos: virámos as costas à sociedade e ao caminho tradicional (imposto por esta) e lançámo-nos nesta aventura com o objetivo principal de ajudar todos os que têm o mesmo sonho que nós! Estamos nas grandes redes sociais como “Travelb4Settle” e agora estamos no ARDINAS 24 a partilhar as nossas experiências e conhecimento sobre o mundo que andamos a descobrir! O online e o planeta terra!

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.