Um Lugar ao Sol: As Atuais Tendências do Turismo

Hoje em dia, graças à tecnologia, comprar um bilhete de avião ou reservar um hotel está à distância de um simples clique. O papel da tecnologia na facilitação e democratização da reserva de viagens é inegável, mas num setor onde as tendências são, por vezes, tão flutuantes, quisemos saber o que esperar deste mercado até ao próximo ano.

De acordo com a Organização Mundial de Turismo, no primeiro quadrimestre de 2018, o turismo internacional cresceu 6%, superando as previsões desta organização. Numa altura em que o número de chegadas de turistas aumenta globalmente, a personalização e a flexibilidade são os benefícios mais procurados por quem faz as malas e parte rumo a um novo destino.

Mais do que nunca, os turistas procuram ofertas personalizadas e flexíveis que se ajustem na medida certa às suas necessidades. Segundo o guia* das tendências de viagem para 2018 do Booking.com, “aproximadamente um terço dos viajantes deixaria um computador planear a sua próxima viagem com base no seu histórico” e “para metade seria indiferente lidar com uma pessoa real ou um computador, desde que as suas questões fossem atendidas”. Por outro lado, a Google avança a importância que os smartphones já representam no planeamento e na reserva de viagens. O consumidor procura a flexibilidade e comodidade que os dispositivos móveis garantem no momento de escolher uma acomodação ou comprar um bilhete.

Apesar de viajar ser cada vez mais frequente, umas das principais tendências é o crescimento do turismo interno e o aumento das escapadelas de fim de semana. As principais razões apontadas pelo Booking.com são a poupança e o sentimento de amor pelo próprio país. No entanto, não nos deixemos enganar por este aparente patriotismo, pois o turismo gastronómico é também um dos holofotes do momento. A curiosidade pela culinária de outros países faz com que “64% dos turistas queiram experimentar mais comida local ao explorar um novo destino.”

Atualmente, o interesse por conhecer e vivenciar culturas estrangeiras é um dos principais motivos para viajar. Assim sendo, o turismo de aventura ganhou um novo significado. De acordo com a Adventure Travel Trade Association, experienciar a cultura local é o verdadeiro cerne da aventura. As atividades radicais deixaram de ser o foco exclusivo deste tipo de viagens.

De uma forma geral, a experiência continua a ser o elemento mais valorizado numa viagem. Logo, qualquer serviço que traga valor acrescentado à experiência de viagem será bem-vindo pelos turistas. Não é por acaso que as experiências de bem-estar e as atividades ao ar livre têm registado um crescimento. As preocupações com a saúde e a procura por estar mais em contacto com a natureza têm motivado esta subida, ao mesmo tempo que ecoturismo não dá sinais de abrandamento.

O estudo levado a cabo pelo Booking.com revelou também que o aluguer de apartamentos e casas de férias é uma opção de alojamento cada vez mais procurada por turistas e esta tendência é visível pela popularidade de plataformas como a Airbnb.

Não menos importante é o impacto da cultura popular na seleção dos destinos de viagem. Séries, filmes e videoclips têm influenciado as escolhas de milhares de visitantes que se deslocam até às paisagens das filmagens de Game of Thrones ou Sherlock.

Sozinho ou acompanhados por um grupo de amigos, os turistas desejam acima de tudo trazer de volta consigo momentos de lazer inesquecíveis e memórias duradouras de “um lugar ao sol”.

*Your Guide to 2018’s Top Travel Trends

 Designed by Freepik

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.