Guia de Bali – as nossas sugestões (parte 1)

Ficámos em Bali durante um mês inteiro, e provavelmente foi o mês mais feliz da nossa viagem de oito meses pela Ásia! Lá encontrámos uma Natureza inspiradora, um ambiente descontraído, comida surpreendente, frutas tropicais, bom surf, locais amáveis, preços baixos … Oh! Há tanto para amar em Bali que entendemos, agora, a razão pela qual a maioria das pessoas quer morar lá ou pelo menos ficar mais tempo! É tão fácil e barato ter uma boa vida! Bali também é um destino muito popular para Digital Nomads, o que nos deu um interesse extra.

Provavelmente, encontrarão posts mais detalhados sobre Bali na internet, mas queremos contar-vos o que aprendemos neste nosso mês e compartilhar as nossas recomendações sobre diversos tópicos. Dividimo-los em dois artigos; a segunda parte sairá na próxima quarta-feira, com outras sugestões. Hoje, portanto, abordamos os seguintes:

  • Melhores conselhos
  • Quando ir
  • Onde ficar
  • Onde comer

 

Melhores conselhos
Provavelmente, a nossa melhor decisão para um mês feliz e sem stress foi tratar de tudo nos primeiros dias (local para ficar, aluguer de bicicletas, cartão SIM, etc.). Aconselhamos vivamente que façam o mesmo, para que não tenham de se preocupar com mais nada ao longo do tempo e desfrutar da atmosfera descontraída que existe na ilha! Bali tem algumas aplicações que mudam a nossa vida. GoJek e GoLife são duas plataformas de entrega da mesma empresa e podem fornecer transporte (como Uber), entrega de alimentos, medicamentos ou até massagens!

Tudo é negociável (exceto restaurantes), desde o seu alojamento até o aluguer de bicicletas e mercados de frutas e legumes. Pode ser um bom lugar para colocar em prática algumas habilidades de negociação. Caso contrário, correrão o risco de pagar o dobro (ou mais) do preço justo.

Existem dezenas de grupos do Facebook com milhares e milhares de pessoas que vivem em Bali (os nossos favoritos são Comunidade Canggu e Grupos de Bali, mas procurem por mais!). Estes grupos são muito úteis para encontrar eventos, reuniões, fazer contactos, encontrar acomodações ou manter-nos atualizados sobre o que está a acontecer na ilha. Pode-se obter praticamente tudo o que quisermos dos grupos. Há até um grupo para portugueses – “Portuguese in Bali”.

Há uma grande comunidade de viajantes ou Digital Nomads de todo o mundo na ilha, fazendo milhares de coisas diferentes. Por último, e o melhor conselho: relaxe e divirta-se!

 

Quando ir
A temporada alta vai de maio a setembro. Neste período, Bali é super movimentada. O alojamento deve ser reservado com antecedência, bem como alguns restaurantes, enquanto os preços são cerca de 50% maiores do que o normal.

Matilde e Miguel no Campuhan Ridge Walk

Aparentemente, março e abril são os melhores meses para se estar em Bali, logo após a estação chuvosa (que não é excessiva) e antes da alta temporada. O tempo já está bom (não muito quente), ainda não há muitas pessoas e a natureza é super verde por causa da chuva.

Fomos super sortudos. Não tendo nenhum plano (como sempre), pousámos na ilha em março e adorámo-la! Tivemos apenas alguns dias de chuva, mas, na maioria das vezes, o tempo estava perfeito, os campos de arroz eram super bonitos e era muito menos lotado do que esperávamos. Perfeito!

 

Onde ficar?
Bali é uma grande ilha, e encontrar o lugar certo para morar depende, realmente, dos interesses de cada um e daquilo que se procura. O turismo em Bali tem estado “em expansão” nas últimas décadas. Aquilo que, em tempos, foram áreas agradáveis ​​e tranquilas agora estão lotadas e superdesenvolvidas e, portanto, mais caras.

A nossa escolha, sem dúvida, foi Canggu. Canggu é o lugar perfeito para digital nomads, amantes de brunch (yammm), iogues e surfistas (o Miguel faz bodyboard, e vivendo a cinco minutos de distância das ondas indonésias foi um fator importante para sua felicidade!)

Kuta e Seminyak são duas áreas populares, entre Canggu e Denpasar (a capital), que escolhemos e recomendamos evitar. Kuta tem uma grande aura de festa e muita gente. Seminyak é provavelmente a área mais luxuosa e cara de Bali. Estas áreas distam apenas 20-30 minutos entre si, por isso não são muito distantes.

Ubud é também um destino muito popular, conhecido pela sua natureza, pela comida saudável, yoga e vibrações pacíficas. Contudo… precisávamos de sentir a brisa do mar! Por isso, Uluwatu também pode ser uma ótima opção, se gostar de surfar, de sentir boas vibrações e divertir-se. Sendo uma pequena vila a uma hora ao sul da capital, Uluwatu provavelmente será a melhor escolha para surfistas amadores ou experientes, e também para quem procura belas praias.

Onde comer
Bali é, literalmente, o paraíso de comida! As nossas barrigas foram muito felizes na ilha! Vai encontrar centenas de restaurantes modernos, bonitos e saudáveis, bem como surpreendentes e baratos Warungs locais. Amámos ambos! Os preços são tão acessíveis que vai dar por si a comer fora cada refeição, porque não faz sentido cozinhar em casa.

Nos cafés modernos e instigantes do Instagram, aquilo de que mais gostámos foi definitivamente as tigelas de frutas (muito populares e totalmente recomendadas) e, claro, os pratos sem fim com abacate! Warungs é o que os locais chamam a um restaurante pequeno, barato, geralmente de propriedade familiar, na Indonésia. Aqui basicamente pode-se construir o nosso próprio prato, escolhendo entre dezenas de ingredientes diferentes, ficando assim com uma refeição barata e muito gratificante.

Os nossos lugares favoritos para comer (todos em Canggu) são:

La Pan Nam – incrível comida local ocidentalizada a preços baixos (dica: experimente o suco de abacate)
Ithaka – a melhor comida, servida em porções gigantescas a preços médios (dica: experimente os bolinhos veg)
Oma Warung – totalmente vegan; super deliciosa comida com preços baixos.
Warung Bu Mi – provavelmente o melhor warung em Canggu: ótima comida e preços baixos (dica: experimente os bolinhos de milho)
Abacate Factory – o nome fala por si. A comida é incrível e tem um belo jardim. Preços médio-altos.

Alternativamente, pode-se encomendar comida a partir de milhares de opções diferentes através do GoJek (menos de um dólar de taxa de entrega) ou ir a um churrasco na praia Echo (também em Canggu). Há alguns restaurantes de churrasco e buffet na frente da praia, que cozinham alimentos fresquíssimos a preços médios. É incrível poder conhecer um grupo de amigos e aproveitar a refeição enquanto se sente a brisa do mar no rosto.

 

 

Amanhã voltamos a partilhar convosco as nossas impressões sobre Bali! Estejam atentos e acompanhem-nos nas nossas redes sociais.

Com amor,

Matilde e Miguel.

 

Website – www.travelb4settle.com

Instagram – www.instagram.com/travelb4settle

Facebook – www.facebook.com/travelb4settle

Sobre TravelB4Settle 25 artigos
Somos a Matilde e o Miguel, um casal de portugueses que deixou tudo para trás e decidiu seguir o sonho em comum! E que sonho é esse? Viajar a tempo inteiro e explorar todo o mundo enquanto trabalhamos online! Não, não somos especialistas em tecnologia e nunca fizemos nada online, mas, hoje em dia, tudo aquilo de que precisas é conexão à internet e uma forte vontade. Assim, podes aprender qualquer coisa e consegues o que quiseres! E isto foi o que fizemos: virámos as costas à sociedade e ao caminho tradicional (imposto por esta) e lançámo-nos nesta aventura com o objetivo principal de ajudar todos os que têm o mesmo sonho que nós! Estamos nas grandes redes sociais como “Travelb4Settle” e agora estamos no ARDINAS 24 a partilhar as nossas experiências e conhecimento sobre o mundo que andamos a descobrir! O online e o planeta terra!

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.