Semana Num Minuto – 16 a 22 de abril de 2018

Andamos à pressa, trabalhamos demasiado e vivemos a mil. Entretanto, o mundo vive intensamente e a informação sucede-se, mas nós não conseguimos captá-la devidamente. Sente, com razão, que não sabe o que se passa em Portugal e no Mundo? O ARDINAS 24 resolve o problema apresentando, todos os domingos, a Semana Num Minuto.

 

Fonte: Governo de Portugal

Costa defende chegada de imigrantes
O Primeiro Ministro defendeu esta semana a ideia de que Portugal precisa de imigração, uma vez que, “por mais contas que se façam, não basta o aumento da natalidade”. O país apresenta uma taxa de crescimento natural cada vez mais baixa, e, no entender de António Costa, a chegada de estrangeiros ao país poderia ajudar a combater o problema. Para o chefe do governo, a ideia também traria ao país mais talento, essencial para tornar Portugal mais competitivo: “precisamos de atrair talento para viver em Portugal”, resumiu, explicando que o país tem uma população cada vez mais envelhecida, com cada vez menos jovens. Costa ilustrou a gravidade da situação: “em 2060, em vez dos 10 milhões que hoje somos, seremos só 7 milhões”.

 

Salário mínimo aumenta em 2019
Costa também foi notícia esta semana por ter anunciado o aumento do salário mínimo em 2019. O Primeiro Ministro sublinhou que, assim, se contraria a ideia de que a competitividade económica se conquista com uma política de baixos salários: “é possível sair das políticas de austeridade, fazendo uma boa gestão orçamental”, declarou. Por saber fica, portanto, a percentagem desse aumento.

 

Portugal continua “no lixo”
Foi, de certa forma, um balde de água fria. A Moody’s, a primeira agência que colocou Portugal ‘no lixo’ em 2011, decidiu não reavaliar a dívida portuguesa, conforme se previa que pudesse acontecer esta semana, e por isso o país manteve-se no nível Ba1, que é o primeiro nível das dívidas que compõem a categoria de “lixo”. As expetativas do governo português iam no sentido de a dívida portuguesa ser revista em alta e que voltasse a merecer a confiança dos investidores. A Moody’s é a única agência financeira que classifica como negativa a dívida de Portugal.

 

Coreia do Norte põe fim a testes nucleares

Fonte: Wikimedia

Mais um passo dado no caminho da pacificação da Península da Coreia: o regime de Pyongyang pôs termo ao programa de testes nucleares por achar que já não há necessidade de os realizar. Além da suspensão desses exercícios, o governo da Coreia do Norte pretende ainda encerrar o espaço onde se procediam a esses testes. É importante recordar que esta decisão surge dias antes do encontro que o líder norte-coreano, Kim Jong-Un, vai ter com o Presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in.

 

Trump prossegue negociações com Coreia do Norte
Também esta semana, Donald Trump confirmou que está em negociações com a Coreia do Norte para libertar três cidadãos americanos detidos neste país asiático. O Presidente dos Estados Unidos mostrou-se confiante no sucesso da discussão, mas também deixou bem claro que pode cancelar o encontro que tem agendado com Kim Jong-Un para junho, se sentir que a Coreia do Norte mantém alguma intransigência.

 

Sporting segue para o Jamor

Fonte: Sporting CP

O duelo final da Taça de Portugal está fechado: o Sporting CP derrotou o FC Porto nas meias-finais da competição e, portanto, vai rumar ao Estádio do Jamor para defrontar o Desportivo das Aves. O clube de Alvalade só venceu a formação do Norte nos penáltis, porque, embora tenham ganhado este jogo por 1-0, o FC Porto tinha vencido na primeira mão.

 

 

Sobre Gonçalo Esteves Coelho 339 artigos
Sou um poço de contradições. Não gosto de falar mas sou jornalista. Adoro escrever mas cada vez leio menos. Sou sereno mas não consigo resistir a soltar a minha alegria quando escuto música popular. Não gosto do calor mas adoro o mar português, a sua frescura, o seu sal, as histórias que tem para nos contar. Odeio tomar decisões e, no entanto, sou o CEO deste projeto. Nasci em Lisboa, há 21 anos. O meu coração, vermelho e verde, bate por Portugal e por todos aqueles em cujas veias corre igual amor a este país, à nossa gente, à nossa cultura. Vivo perto de Sintra, esse livro de História a céu aberto, em cujos recantos gosto de me perder. Adoro museus, palácios, castelos e igrejas. Regressei ao Ensino Superior e lancei-me numa nova aventura, sem a qual não conseguiria realizar-me totalmente: o estudo da História. Em pequeno, havia quem me dissesse que iria ser jornalista. Também me diziam que deveria ser professor de História e que tinha tudo para ser um novo José Hermano Saraiva. Se calhar sou muito transparente naquilo de que gosto, ou então essas pessoas conheciam-me muito bem. Acertaram. O que virá depois eu não sei. Escolha que caminho escolher, terei de ser eu próprio. Sempre.

1 Comentário

  1. Acredito que o criador se referiu com o lixo que estava dentro da lixeira, por isso ele disse três tipos de lixo, ou seja: Lixo dentro da lixeira, lixo jogado no chão e pessoa lixo que não respeita o meio ambiente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.