Óscares 2018: escrutinando a passadeira vermelha

Entre a passadeira vermelha e a entrega dos Óscares, ninguém sabe muito bem qual deles chama mais a atenção. Como tal, o ARDINAS 24 não podia deixar passar a oportunidade de dar a sua opinião sobre as vestimentas das maiores estrelas, algumas claramente cadentes no mundo da moda. Conheça aqui o top 10 com os devidos comentários dos melhores e piores vestidos da gala de 2018.

Entre boas notícias e más notícias, eu prefiro sempre receber primeiro as más. Por isso, o melhor é mesmo começar pelo top 10 dos piores vestidos da mais recente gala.


10.º – Em 10.º lugar está uma atriz que é, sem dúvida, um ícone de elegância, mas que, claramente, não esteve no seu melhor. Nicole Kidman levou um vestido Armani Privé com uma cor lindíssima, mas com um design peculiar. Algures perdido entre o Natal e a Páscoa, este vestido tem um enorme laço que rouba a atenção à elegância da atriz. A somar a este pequeno grande pormenor, uma enorme racha na parte da frente do vestido não é a melhor ideia.

Nicole Kidman, 2018 Oscars, Red Carpet Fashions

9.º – Pois é. Emma Stone, que brilhou em “La La Land”, não soube fazer magia com a sua indumentária. Em vez do usual vestido, Emma Stone levou umas calças pretas com um blazer vermelho, ambos da famosa marca Louis Vuitton. Como se não bastasse, a vestimenta incluía ainda um cinto/laço cor de rosa. Claramente, os laços arruinaram mais do que uma vestimenta nesta gala de Óscares.

8.º – Taraji P. Henson, a protagonista da série televisiva “Empire” e do filme “Elementos Secretos”, decidiu ter muito poucos elementos secretos nesta noite de festa. Sem dúvida um vestido extremamente arrojado e arejado, a criação de Vera Wand assenta na perfeição na atriz, mas, com tantos cortes pelo meio, é surpreendente como se mantém no sítio certo.

Taraji P. Henson Went For the Drama at the Oscars, and We're Here For It

7.º –  Com um vestido saído, literalmente, dos anos 60, Rita Moreno apareceu mas não deslumbrou. Para além de ter mais 56 anos de experiência do que em 1962, o que faz com que o vestido não lhe assente como uma luva, a própria vestimenta deixa muito a desejar. Desta vez são enormes flores, não laços, que saltam à vista. Juntando isso e a forma do vestido, temos uma combinação que devia ter sido deixada no passado.

rita-moreno-oscars-2018

6.º – A atriz que tem ganhado popularidade pelas suas participações em “A rapariga no comboio” e “Os sete magníficos” levou demasiado a sério o seu nome. Haley Bennett levou um vestido coberto com algo que se assemelha a erva e palha (daí o trocadilho com hay = palha). Para além de não parecer de todo confortável, a forma do vestido da Dior não favorece, de todo, a forma da atriz.

Haley Bennett, 2018 Oscars, Red Carpet Fashions

5.º – Canta mas não encanta. Nos Óscares deste ano, este ditado mostrou-se verdade. A cantora Andra Day ostentou um vestido de Zac Posen. Normalmente, vestidos que mostrem curvas são bons, mas definitivamente não estas curvas. O vestido largueirão não beneficia o figurino, isto para não falar no padrão floral saído do sonho de uma criança de cinco anos.

 

Andra Day, 2018 Oscars, Red Carpet Fashions

4.º – É difícil ter o que dizer sobre este vestido. A única coisa que se formula é: “o que é isto?” Podemos começar por mais uma aparição de um laço, que por si só já destabiliza, juntamos uma espécie de manga desproporcional e acabamos com um corte, no mínimo, peculiar. Juntem tudo e temos o vestido Saint Laurent da cantora norte americana St. Vincent.

St. Vincent Showed Up to the Oscars Rocking an LBD That's Anything but Typical

3.º E chegamos finalmente aos piores. Enquanto algumas senhoras têm extrema confiança na sua elegância e mostram demais, temos outras que se lembram de tapar cada centímetro do seu corpo. Parece ser o caso de Maya Rudolph, que certamente se assustou com o frio de fevereiro e decidiu usar um vestido que apenas deixa as mãos e a cabeça à vista. A junção de uma camisola de gola alta dos anos 90 e um vestido de noite é uma tremenda falha. Certamente algo a não repetir.

 

O segundo lugar é uma surpresa bastante desagradável. Conhecida por gostar de mostrar os seus atributos corporais, Salma Hayek fugiu à regra e levou um vestido, aparentemente, inspirado em algum tipo de vestido indiano. Mais uma vez, é difícil exprimir o que sentimos ao olhar para tremendo desastre. Nem a beleza natural da atriz consegue salvar o vestido Gucci. Entre brilhantes, penduricalhos, folhos e a cor, não há ponta por onde se pegue.

Resultado de imagem para Salma Hayek oscas 2018

1º  *Rufar dos tambores* Finalmente, e depois de um enorme desfile de não tão deslumbrantes, chega a altura de revelar o pior look da noite. Pertence a Whoopi Goldberg. A conhecida atriz e cantora decidiu marcar a diferença num estilo que, nas suas palavras, foi desenhado para ser confortável. O seu padrão não deixa ninguém a suspirar de amores, mas é nos detalhes que este look ganha contornos mais bizarros. Primeiro, os óculos de sol não são um acessório aconselhável numa gala. Segundo, numa tentativa de não mostrar demasiado, Whoopi tapou o seu peito com um tecido preto que destoa de tudo o resto. Acha que é mau? Então adicione a esta mistura umas botas castanhas de caminhada e tem a indumentária completa. Pois é, por baixo do seu enorme vestido, a atriz afro-americana levava umas botas, o que seria o motivo para ter um vestido tão volumoso.

Important: Whoopi Goldberg's Oscars dress has pockets

 

Agora que já rimos e chorámos a ver os desastres das estrelas (de)cadentes de Hollywood, vamos então olhar para o melhor do bom gosto na passadeira vermelha.


10.º – Adornada com um vestido de alta costura francês da Givenchy, a estrela israelita Gal Gadot estava sem dúvida deslumbrante. A protagonista do filme de sucesso da DC, “Mulher Maravilha”, estava mais uma vez rodeada de brilho. O seu vestido é uma obra de arte, fazendo jus à beleza da artista.

Gal Gadot oscars

9.º Depois de brilhar na “Guerra das Estrelas”, Laura Dern brilhou na gala das estrelas. Prima pela simplicidade, simplicidade essa que assenta muito bem numa mulher que continua extremamente elegante apesar da idade. O seu vestido Calvin Klein tem um corte sereia que realça as curvas da atriz. Tem ainda um decote em V que casa na perfeição com o detalhe da manga. Sem dúvida que teve uma boa posição na batalha da moda.

Laura Dern, 2018 Oscars, Red Carpet Fashions

8.º A comediante Allison Williams trocou o humor pelo glamour. O vestido de Armani Privé não passa despercebido. Apesar de a cor não contrastar com a cor de pele da atriz americana, o corte, o tecido e as pedras no vestido fazem com que pareça saído de um conto de fadas.

7.º – A beleza africana esteve muitíssimo bem representada pelas duas próximas estrelas. A comediante Tiffany Haddish trouxe-nos um pedacinho de África com um cativante traje eritreu e um penteado que certamente não passa despercebido. A junção do branco, preto e dourado nos motivos africanos fazem com que o vestido seja uma verdadeira obra de arte.

Tiffany Haddish wore a stunning Oscars gown to honor her father’s Eritrean roots

6.º – Lupita Nyong’o, uma das magníficas atrizes que participaram no filme “A Pantera Negra”, levou um elegante vestido do atelier Versace. A cor dourada e os apontamentos pretos criam um contraste deslumbrante com a bela cor de chocolate da atriz. Esmera pela simplicidade e pelo glamour. Sem dúvida que é um dos destaques da passadeira vermelha.

Lupita Nyong'o's Divine Dress Says "I'm Strong and Fierce"

5.º – A modelo e atriz brasileira Camila Alves apresentou-se ao lado do seu marido, Matthew Mcconaughey, com um vestido de sonho. Saído do imaginário dos filmes de princesas e noivas, o vestido branco de Camila foi uma criação brilhante de Vivienne Westwood Couture. Apostou no decote arrojado que lhe assenta na perfeição. No entanto, a sua maquilhagem deixa muito a desejar.

4.º – Ainda dentro do imaginário dos contos de fadas, temos o estilo de Leslie Mann. A atriz levou um vestido vermelho de Zac Posen. A combinação do corpete justo e a saia com grandes folhos cria um contraste espantoso. O padrão na saia é o único pormenor do look que deixa algumas dúvidas; a cor não sobressai no vermelho, ficando a parecer algo como ferrugem no vestido.

Resultado de imagem para Leslie Mann oscares 2018

3.º – No último lugar do top 3 encontramos Gina Rodriguez. A atriz americana com ascendência porto-riquenha ostentou um vestido do estilista Zuhair Murad. Um vestido complexo e deslumbrante, tem tanto de provocador como de clássico. O avantajado decote faz uma parceria perfeita com a enorme cauda do vestido. Coberto de pedras, o vestido desta elegante artista tinha tudo para brilhar na passadeira vermelha.

When Gina Rodriguez Showed Off Her Princess Dress

2.º – A vencedora da estatueta de melhor atriz secundária ganha também um lugar especial no nosso top. Com um clássico vestido vermelho, a atriz brilhou como ícone de elegância e glamour. Aos 59 anos de idade, Allison Janney mostra que o clássico tem muito poder. Deste vestido Reem Acra temos a destacar as mangas que caem até aos pés, que são, sem dúvida, um pormenor interessante, a cereja no topo do bolo.

Ravishing in red: Allison Janney was honored with the coveted Best Supporting Actor prize at the 90th Annual Academy Award

1.º – E de todos os elegantes, chiques, espalhafatosos, peculiares, deslumbrantes e enfadonhos vestidos que desfilaram na passadeira vermelha, o de Jennifer Garner certamente se destaca como sendo um dos mais bonitos e, na nossa opinião, o mais bonito de todos os vestidos, ficando assim no primeiro lugar do nosso pódio. Primando por ser um clássico, está longe de ser simples. O vestido Versace tem uma cor cativante e um corte que acentua a bonita forma física da atriz.

Jennifer Garner Showed Up to the Oscars Proving She Lives in Technicolor While We're All Stuck in Black and White

Fotos de Jeff Kravitz; Steve Granitz;  Frazer Harrison; Valerie Macon; Kevin Mazur; Rex Shutterstock; Kevork Djansezian; Jordan Strauss; David Fisher

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.