Bem-vindos a SimCity!

SimCity é um clássico dos videojogos para computador e uma das séries com maior durabilidade no mercado. Foi há 28 anos que os títulos de SimCity começaram a dar asas à criatividade e à estratégia de Presidentes da Câmara virtuais. Atualmente, SimCity conta com mais de uma dezena de títulos lançados.

O jogo de construir cidades. É assim que por muitos é conhecido SimCity, um dos maiores sucessos do mundo dos videojogos, que passa de geração em geração e que é capaz de agradar e cativar pais e filhos e avós e netos. Em muitos dos casos, é o primeiro passo profissional de futuros gestores, arquitetos ou apaixonados pela gestão de territórios e políticas locais.

 

1989

Foi há 28 anos, em fevereiro de 1989, que SimCity chegou aos pequenos ecrãs pela primeira vez. O primeiro dos 13 títulos que compõem a série, ainda com gráficos simples e minimalistas – afinal estávamos no final dos anos 80 – prometia e cumpriu melhorias inesgotáveis ao longo do tempo, não só a nível gráfico e sonoro, como também de envolvimento e jogabilidade.

 

Construtores de telemóvel na mão

O mais recente SimCity para as plataformas habituais foi lançado em 2013. A evolução ao longo dos anos e de jogo para jogo é visível, desde os primeiros e simples cenários até às mais recentes e detalhadas metrópoles. Em SimCity (2013) são muitas as opções a explorar: além de novos mapas e diferentes territórios, encontramos um vasto e alargado leque de elementos que podemos utilizar para compor e dar vida à nossa cidade.

Um ano após o lançamento de SimCity (2013), foi lançado o SimCity BuildIt, que, baseado nos jogos anteriores, foi pensado, criado e desenvolvido para dispositivos móveis. Dada a enorme tendência para o consumo de conteúdos e aplicações através de smartphones, este foi um mercado que não pôde ser esquecido para lançar um título SimCity.

Para os que ainda não conheciam a série (acredito que fossem poucos), no vídeo acima encontram uma demonstração simplificada do percurso e da evolução de SimCity desde 1989 até 2013.

Para os que já estavam familiarizados com estes jogos e com o seu conceito, acredito que tenham sentido alguma nostalgia e – talvez – vontade de voltar a construir uma pequena aldeia ou (quem sabe) uma grande metrópole. É tudo uma questão de criatividade… e estratégia, claro!

Sobre Diogo Ventura 84 artigos
Cedo percebi que o meu caminho passaria pela criatividade e pela imaginação. Comecei com desenhos e rabiscos, passei a pequenas histórias e mais tarde cheguei à publicidade e às peças de humor. Foi também desde cedo que dei por mim a mergulhar no mundo dos videojogos, quase antes de começar a andar - até porque, quando jogava, jogava sentado. Anos mais tarde, licenciei-me em Publicidade e Marketing e trabalho há algum tempo na área do Marketing e da Criatividade Digital. No Ardinas 24, já escrevi e opinei, e sou agora autor da rubrica semanal Bonus Stage, um pequeno espaço sobre videojogos e o mundo do Gaming.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.