Horizon Zero Dawn: Deus ex machina?

Já não estaremos cá para o ver (se tudo correr como esperado). Mil anos no futuro, as máquinas tomarão conta de tudo o que vemos e fazemos, dando lugar a uma supremacia mecanizada, robótica e quase indestrutível. Se tudo correr como esperado, não estaremos cá para o ver; mas por agora estamos cá para o viver.

É em cenários infinitos e de cortar a respiração e o fôlego que se desenvolve a acção de Horizon Zero Dawn, uma das mais recentes apostas em RPG de ação, desenvolvida pela Guerrilla Games para a PlayStation. 

Imaginem um mundo pós-apocalíptico e criativamente futurista, dominado por robots controlados por comandos incontroláveis, no qual é preciso lutar, correr e recolher itens e recursos sobreviver. Parece um daqueles sonhos que todos gostamos de ter e dos quais gostamos ainda mais de acordar.

É assim que vive Aloy, a personagem principal de Horizon Zero Dawn, uma corajosa e audaz mestre do arco e da flecha que tem como missão proteger toda a sua tribo daqueles que ameaçam a sua forma de vida.

 

 

Distribuída pela Sony Computer Entertainment, Horizon Zero Dawn é uma das maiores promessas para 2017 em termos de videojogos e especialmente de RPG, que de acordo com a crítica tem tudo para ter sucesso, conquistar todos os que caiam nos seus incansáveis cenários e provar-se um verdadeiro Deus ex machina do Gaming.

Sobre Diogo Ventura 93 artigos
Cedo percebi que o meu caminho passaria pela criatividade e pela imaginação. Comecei com desenhos e rabiscos, passei a pequenas histórias e mais tarde cheguei à publicidade e às peças de humor. Foi também desde cedo que dei por mim a mergulhar no mundo dos videojogos, quase antes de começar a andar - até porque, quando jogava, jogava sentado. Anos mais tarde, licenciei-me em Publicidade e Marketing e trabalho há algum tempo na área do Marketing e da Criatividade Digital. No Ardinas 24, já escrevi e opinei, e sou agora autor da rubrica semanal Bonus Stage, um pequeno espaço sobre videojogos e o mundo do Gaming.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.