Dia Num Minuto: 30 de julho de 2016

A vida passa e nem sempre somos capazes de apreciar os momentos que vivemos. Muito menos somos capazes de perceber como, ao mesmo tempo que corremos desenfreadamente ao longo do dia para realizarmos todas as tarefas que temos sobre os ombros, o mundo vai passando também, ao seu ritmo frenético, indiferente à nossa existência. Será que sabe o que aconteceu hoje, em Portugal e no Mundo? Antes de adormecer, leia num minuto os acontecimentos que marcaram este 30 de julho de 2016.

TurquiaBandeira_PixabayTurquia liberta mais de 750 soldados detidos pela tentativa de golpe de estado 

O ataque contra Erdogan, de 15 para 16 de julho, fez 237 mortos e mais de dois mil feridos. 750 soldados foram detidos pela tentativa falhada de golpe de estado, entre as mais de 60 mil pessoas detidas, despedidas e suspensas por terem ligação ao golpe. 

O Presidente Tayyip Erdogan anula assim os processos contra aqueles que o insultaram, referindo isso como um “gesto de unidade”. 

 Incêndio atinge Parque Natural da Serra da Estrela 

Estão 200 homens no terreno e duas frentes estão ativas no incêndio numa zona de mato que este sábado deflagrou em Manteigas, no distrito da Guarda. Uma fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro da Guarda refere que o fogo atinge uma área do Parque Natural da Serra da Estrela. A Autoridade Nacional de Protecção Civil garante que o incêndio em mato tem duas frentes activas e que o “flanco direito e esquerdo do incêndio estão 75% dominados”. 

Ministério Público suspeita de branqueamento de capitais em 12 contratos de jogadores do FC Porto

O Departamento Central de Investigação e Ação Penal está a analisar as transferências de 12 jogadores do FC Porto no ano 2006. As suspeitas são de branqueamento de capitais, fraude fiscal qualificada e abuso de confiança, relacionadas com sociedades offshore. Estas suspeitas surgiram num inquérito do DCIAP a propósito da operação Furacão feito a uma empresa do universo Grupo Espírito Santos (GES), a Esger – Empresa de Serviços e de Consultoria.

Passos Coelho espera que a recapitalização da Caixa Geral de Depósitos não entre na contabilização do défice nacional de 2016

pedro“Espero, honestamente, que possa ser poupada essa medida na contabilização do défice português embora saibamos que ela irá sempre na dívida, porque se o Estado meter lá mais dinheiro, terá de contrair dívida para pôr lá esse dinheiro”. 

“O que é preciso agora é que o Governo possa fazer o seu melhor para que a estratégia económica ponha o país a crescer, esse sim parece-me ser o debate que está por fazer em Portugal”, disse Passos Coelho.

Sobre Jessica de Sousa 107 artigos
Mais tarde direi que com 19 anos tomei a decisão mais perigosa da minha vida. Eu, pessoa que não lida bem com “voos muito altos”, que está sempre de pés assentes na terra, meti-me num avião e vim em busca de algo que não sabia se era capaz de conhecer. Com medo, da Madeira para Lisboa vim sem experiência, sem certezas, sem amigos, sem família. Hoje tenho isso tudo e mais ainda. Tenho sonhos. Já quis a todo o custo seguir medicina. Quis também ser socióloga. Na ânsia de querer melhorar a sociedade, quero ser jornalista. Sou apaixonada pela escrita e pela literatura, pela informação, por histórias, por vidas. Talvez seja esta a maneira mais estranha de ser médica de uma coisa que me fascina: o mundo.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.